Vencer todo tipo de vício (a linha do trem)

14/08/2017

Imagina de ter sido deixado em um lugar completamente desconhecido, sem ninguém, sem pontos de referências. E chega a noite. Sem luzes, sem lua, sem saber como voltar.

Sua única possibilidade é caminhar longo uma linha de trem que está ali, e mesmo não sabendo pra onde vai, nalguma estação ela vai nos conduzir...

Caminhando, passo depois de passo, nunca saindo da linha do trem, certamente sairá daquele lugar perdido... A única coisa absolutamente importante é nunca se esquecer de estar caminhando numa linha de trem!

Até poderá repetir mentalmente: "Estou caminhando numa linha de trem... estou caminhando numa linha de trem..." Porque, se esquecer que está caminhado numa linha de trem, quando o trem chegar... continuará a caminhar na mesma linha do trem...

Assim acontece quando nós adquirimos um vício, um qualquer. Cada vez que caímos nele simplesmente somos jogados para longe, naquele lugar perdido... perdemos nossa liberdade, perdemos nós mesmos...

Quanto mais o vício entra dentro de nós e nos domina, tanto mais longe e perdido é lugar onde ele nos deixa, tanto mais difícil e demorado é voltar atrás...

Nossa única possibilidade é simplesmente renunciar. Saber de caminhar na linha do trem, no escuro, sozinhos, sem ter a certeza se vai dar certo, apenas esperando de alcançar o que está no fim, é renunciar...

O essencial é nunca esquecer que estamos renunciando! O essencial é nunca esquecer que estamos caminhando na linha do trem... se esquecer por uma só vez disso, se esquecer que estou renunciando, naquele único momento o trem chegar e passará, enquanto estou caminhando na mesma linha do trem...

Se esquecer que estou renunciando a tentação virá... virá como o trem que passa e depois não sobra mais nada... se esquecer que estou renunciando o vício me levará de volta, mais uma vez, para um lugar desconhecido, sempre mais perdido!

E mais uma vez só poderei recomeçar a caminhar na linha do trem! Poderei recomeçar a renunciar, sem nunca esquecer que estou renunciando, para que, quando escutar o trem chegar, eu possa simplesmente sair da linha do trem e esperar o trem passar. E depois que passar, poderei continuar andando na linha do trem, sem nunca esquecer que estou caminhando numa linha de trem...