23 de julho -‘Não! Pode acontecer que, arrancando o joio, arranqueis também o trigo.  Deixai crescer um e outro até a colheita! Mt 13,24-30

23/07/2017

Bom domingo no Senhor!!

...Os empregados lhe perguntaram: 'Queres que vamos arrancar o joio?' O dono respondeu: 'Não! Pode acontecer que, arrancando o joio, arranqueis também o trigo. Deixai crescer um e outro até a colheita! Mt 13,24-30

Será que vamos expulsar uma pessoa da nossa vida somente porque fez uma vez algo de errado conosco? Sim, vamos fazer... porque o que mais queremos fazer é arrancar logo o joio do meio do trigo.

Queremos fazer justiça, e logo. Queremos recuperar o prejuízo o mais rápido possível... Não estamos minimamente dispostos a aceitar aquilo que nos fere e machuca... e isto porque, desde sempre, muitos invadiram nossa vida e quiseram arrancar o joio de nós estragando o pequeno trigo que estava crescendo...

Se joio de todo tipo sobra em nós e nos outros é porque bem poucos cuidaram de proteger e fazer crescer o trigo... ao invés não: tanto mais é o joio, tanto mais é a brutalidade com a qual reagimos e isso só estraga as poucas esperanças que sobravam...

Até que um dia entra na nossa vida um outro tipo de empregado: Alguém que não vira um demônio diante do nosso mal, mas apenas sabe enxergar o bem escondido em nós, o bem que mais ninguém percebe, o vê tanto que o resto todo parece sumir, parece que não exista...

Este alguém entra na nossa vida com um olhar tão verdadeiro, com um coração tão simples, que o amor tão diferente com o qual nos acolhe sabe proteger e fazer crescer, sabe fortalecer e frutificar o pequeno trigo presente em nosso coração, por quanto joio haja nele, por quanto mal esteja entupindo nossa mente e nossa vida...