Festa de São Bartolomeu Apóstolo: tornar-se cristãos

18/08/2017

Natanael disse: "De Nazaré pode sair coisa boa?" ...Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: "Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade". (Jo 1,46-47)

Natanael era um daqueles bem apegados às tradições e à mentalidade judaica mais rigorosa, segundo a qual, os habitantes da Galileia (à qual pertencia o pequeno povoado de Nazaré) eram considerados inferiores, impossibilitados a se garantir todas as condições necessárias para serem agradáveis a Deus...

Ele era mais ou menos como um tradicionalista fanático dos tempos atuais, que considera todos os outros nada mais que heréticos e inimigos de Deus... e aquele fulano de Nazaré, só por fazer parte de outros grupos, pra ele só podia ser um "jujuba" qualquer, um que não presta e que só dá raiva...

Mas tudo isso é apenas aquilo nós podemos pensar... não Jesus. Jesus diante do nariz empinado de Natanael, diante da soberba áspera dele, não fica incomodado, não arruma briga ou discussões sem fim, não faz escândalo, nem se magoa, ou se contorce por dentro odiando o cara...

Simplesmente Jesus continua enxergando nele o lado verdadeiro, enxerga a grande força positiva que estava em Natanael mas que ainda não podia usar, da qual ainda ele nem se dava conta... Natanael não tinha como evitar de ser um judeu chato, não podia compreender além do horizonte em que foi criado...

Assim nós e nossos irmãos chatos com os quais convivemos diariamente... assim toda pessoa grosseira que nos agride, todo aquele que acha de ter a verdade no bolso e a usa como um cassetete para esmagar quem está ao redor... Pois todos nós não podemos compreender além do horizonte que nos ensinaram a enxergar...

Mas eis que Jesus nos escolheu. Eis que o olhar dele se fixou em nós. Eis que a luz deste olhar abre nossa vida a um novo horizonte muito mais amplo e autêntico... Assim como o olhar profundo de Jesus conduziu a vida de Natanael e retirou dele a horrível casca de soberba que estava por cima do amor à verdade, assim o homem da cruz nos transforma, colocando pra fora toda a gloria de Deus que foi colocada em nós, mas que nós enterramos debaixo de tantas ilusões e carências...