Eu vim para premiar os justos e esmagar os pecadores

02/10/2018

Nestes dias aumentam as manifestações denominadas #EleNão... Mas acredito que o problema não está no candidato à presidência do PSL, nem em políticos e administradores que tenha o perfil dele. Afinal, este tipo de visão sócio-política responde a situações muito concretas do ser humano...

O drama verdadeiro está no fato que uma parte consistente de pessoas que se dizem cristãs defendam em termos religiosos o consenso a uma tal proposta.

O drama é descobrir que, para muitos, a fé cristã é algo que deve ser imposto, é uma força feita para prevaricar, é o instrumento de controle tanto do indivíduo quanto da sociedade.

O drama é descobrir uma Igreja ainda constituída, em grande parte, por pessoas extremamente "religiosas" e, ao mesmo tempo, extremamente alheias ao evangelho, alheias à vida real do homem da cruz, como se Ele tivesse vindo para "premiar os justos e esmagar os pecadores".

O drama é descobrir comunidades que se dizem cristãs, mas que são dominadas por uma ideia completamente autoritária da religião, que subvertem a lógica do evangelho e pretendem edificar o Reino de Deus obrigando a sociedade a obedecer às suas próprias regras morais e cultuais.

O drama é perceber o fracasso dos planos pastorais, é perceber que os fundamentos da vida cristã nunca foram interiorizados, que a consciência de si da Igreja é uma letra morta em grande parte desconhecida e desentendida.