Defender quem?

16/08/2017

Muitas vezes escuto polêmicas com relação ao bater palmas ou não durante alguns momentos do Rito da Missa... É impressionante como tudo isso se transforme em brigas violentas onde nada tem mais sentido! Por que?

Para o cristão "Deus é amor". Assim, a totalidade da expressão religiosa cristã encontra seu sentido último no amor. Tudo é para o amor e em vista do amor... Mas o ser humano é capaz de brigar, de xingar, de condenar e até matar por querer "defender" este amor!

Pode-se defender o amor demonstrando de descarta-lo como se fosse uma opção inútil? Que defesa seria essa? Não seria uma atestação completa de acusa?

Ceder ao ódio para "defender" o culto a Deus é igual a adorar o demónio.