7. Profetas da festa

20/07/2017

Zacarias, vendo o dia do Senhor, convida a vitoriar o Rei que chega «humilde, montado num jumento»: «Exulta de alegria, filha de Sião! Solta gritos de júbilo, filha de Jerusalém! Eis que o teu rei vem a ti. Ele é justo e vitorioso» (9, 9). Mas o convite mais tocante talvez seja o do profeta Sofonias, que nos mostra o próprio Deus como um centro irradiante de festa e de alegria, que quer comunicar ao seu povo este júbilo salvífico. Enche-me de vida reler este texto: «O Senhor, teu Deus, está no meio de ti como poderoso salvador! Ele exulta de alegria por tua causa, pelo seu amor te renovará. Ele dança e grita de alegria por tua causa» (3, 17)...

Papa Francisco, Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, n.4

Ser missionário é saber fazer festa e suscitá-la ao nosso redor, não como fuga de uma realidade vazia e triste, não como perda dos limites, como se a felicidade fosse impossível com aquilo que temos...

Ser missionário é mostrar que o que faz a festa é a presença do outro que amamos e que nos ama... é mostrar que vivemos mergulhados na festa suscitada pela presença de Jesus vivo entre nós...

Ser missionário é fazer da presença do outro sempre um novo motivo de festa! É fazer da acolhida do outro não uma estratégia de mercado religioso, mas um autêntico anúncio da fé, pois em toda pessoa que acolhemos o amor de Cristo gera a felicidade que faz abrir os corações ao amor.