2. A alegria do evangelho

20/07/2017

A Alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Quantos se deixam salvar por Ele são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento. Com Jesus Cristo, renasce sem cessar a alegria. Quero, com esta Exortação, dirigir-me aos fiéis cristãos a fim de os convidar para uma nova etapa evangelizadora marcada por esta alegria e indicar caminhos para o percurso da Igreja nos próximos anos.

Papa Francisco, Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, n.1

Ser missionário significa, em primeiro lugar, empenhar-se para que nossa presença na Igreja, na nossa própria comunidade cristã, na nossa família, seja sinal desta alegria.

Sobretudo quando esta alegria do evangelho não a percebemos em nós mesmos... então ela se torna o primeiro ato de fé do missionário, um anúncio de esperança.

Assim, ser missionário significa abrir-se incessantemente à libertação do pecado, da tristeza, do vazio, do isolamento... para que nosso testemunho possa ser autêntico e se renovar a cada dia.

Que o nosso empenho diário, o compromisso a testemunhar a alegria do evangelho, seja nosso primeiro gesto corajoso e humilde de católicos unidos um ao outro, unidos à Igreja que, para além de qualquer fronteira, quer alcançar o mundo inteiro para levar a todos a presença viva de Jesus Cristo.