07 de julho - Aprendei, pois, o que significa: ‘Quero misericórdia e não sacrifício’. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores”.Mt 9,13

08/07/2017

Bom dia no Senhor!!

Aprendei, pois, o que significa: 'Quero misericórdia e não sacrifício'. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores". Mt 9,13

Quantas vezes imaginamos Deus como um cobrador de impostos que exige de nós o máximo das nossas prestações! O imaginamos como um contador que não deixa atrás nem um centavo daquilo que Lhe devemos... Quantas vezes nos convencemos que a fé seja um comércio em que a nota de maior valor é o sacrifício!

Mas somos nós a querer que seja assim. Somos nós que preferimos pagar Deus com nossas práticas, orações, esmolas... porque assim podemos deixa-Lo fora do nosso coração e não abrir assunto sobre as coisas que estão bem lá no fundão de nós, tragédias sobre as quais não estamos dispostos nem a pensar...

Mas o homem da cruz, que conhece nossa história, que já sabe quanto está sofrido nosso coração, só quer nos dar misericórdia! Ele só se importa que o amor possa alcançar o cantinho mais dolorido que temos para que isso se torne o nosso testemunho, a nossa religião verdadeira, a única que possa nos tornar pessoas autênticas.⁠⁠⁠⁠


Boa noite no Senhor!!

Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: "Segue-me!" (Mt 9,9)

Aquilo que Jesus viu naquela pessoa foi algo que ninguém podia enxergar porque ainda não existia, mas também porque nós nunca poderemos ver no segredo do coração do outro...

Ao máximo, nós podemos enxergar aquilo que está por fora. Podemos ver os comportamentos e os efeitos das atitudes... podemos pensar e raciocinar sobre isso... mas ver naquele ladrão e traidor o Evangelista Mateus isto jamais.

Porém, se nós pensamos Deus como alguém que considera só aquilo que está por fora... assim nos tornaremos como os fariseus, que apenas tinham desprezo e condenação pelos pecadores, e faremos da nossa fé uma arma para julgar e matar.

O homem da cruz, ao invés, tinha olhos para ver o que está dentro de nós... e por isso não hesitou a abraçar a morte tendo a certeza que o coração de cada pessoa é capaz de coisas extraordinárias quando ama de verdade.

E é isso ter fé: aprender a enxergar e a tratar as pessoas não por aquilo que fazer, mas por aquilo que Deus colocou no coração delas. Isto sempre nos levará a servir o outro com alegria e humildade e a acolher todo sofrimento com a esperança que Jesus tinha ao ser pregado na cruz...